THE GIFT OF A FRIEND


(15/07/2015)(título - música por: Demi Lovato)  (foto: tumblr)

Muita gente acha que não vale a pena manter relacionamentos a distância, seja ele uma amizade ou um namoro, mas eu discordo. Para mim, ter qualquer tipo de contato com alguém 'de fora', pode ser extremamente bom e 'útil'. E bom, em muitos casos - como o meu - a amizade a distância é uma amizade virtual. E.... 




A oito meses atrás, uma menina no twitter pediu meu número para me colocar em um grupo de meninas fans da mesma banda que eu, para marcar um meet (um meet up de fans é como uma 'reunião', nós conversamos cantamos músicas, fazemos coisas um tanto quanto vergonhosas, etc). Eu já tinha participado de outros grupo no whatsapp de meninas do twitter, porém todos acabaram em brigas. Resolvi aceitar, afinal, eu não teria nada a perder certo? 
Entrar nesse grupo foi uma das melhores coisas que já fiz. Conheci virtualmente dezoito meninas e até hoje somos muito amigas. Foram oito meses 'turbulentos'. Desde o começo do grupo, várias meninas saíram e muitas entraram, e no momento decidimos que 'ninguém mais sai e ninguém mais entra'. Já brigamos entre nós, discordamos em várias coisas, mas é sempre a mesma coisa: no final, não importa o quão séria a 'briga' tenha sido, sempre ficamos de bem
Das 18 outras participantes do grupo, 16 moram aqui na minha cidade, e mesmo assim, não é sempre que nos encontramos, e não conheci todas elas - ainda faltam 4. Duas moram em uma cidade vizinha, e domingo passado uma delas veio para cá nos conhecer, e foi um dos melhores dias de 2015. 

Mas não é sobre o tal dia ou o tal grupo que quero 'desabafar'. A questão é esse paradigma de que amizade virtual é sinônimo de 'perigo'. Em alguns casos até pode ser que o final não tenha sido muito... feliz. Mas não é sempre que algo de ruim acontece. As vezes, de uma simples conversa pode sair uma grande amizade. Sei que parece clichê, mas é verdade. E ei, não estou dizendo para sair pelo twitter e por outras redes sociais conversando com todo mundo e já ir ficando intimo! É importante ter um sexto sentido e aprender a suspeitar.
Confesso que eu mesmo demorei muito para confiar totalmente em todas elas. Mas agora que confio, sinto como se a gente fosse amiga desde sempre. Minha amizade com minhas amigas 'virtuais' é igual a com minhas amigas 'reais' - a única diferença é que vejo minhas amigas 'reais' no colégio todo dia, e as 'virtuais' só quando marcamos algo (que ocorre geralmente uma vez a cada dois meses). 
Cresci muito como pessoa tendo contato com elas, 'convivendo' com elas. Nossas realidades são diferentes de várias maneiras, conversar e 'discutir' um pouco sobre a vida delas - os problemas, as alegrias, os crushs, as amizades - e fazê-las verem um pouco da minha, é.... inspirador. Eu aprendi muito 'vendo de perto' o que elas passaram/passam. E eu nunca serei capaz de agradecê-las o suficiente por isso. 

Então, finalmente: não tenha medo de conhecer alguém virtualmente. Conhecer alguém virtualmente é como conhecer alguém pessoalmente.  Apenas... saiba identificar e diferenciar aquelas pessoas que podem te fazer mal, daquelas que podem te fazer bem. Você pode se surpreender. 

(by Paper Doll)

Nenhum comentário:

Postar um comentário